• Agência Towanda

Documentário da Parada LGBTQIA+ de SP - O Outro Lado do Arco-Iris, ganhará continuação



O documentário Parada LGBTT/SP - O outro lado do Arco-íris, produzido em 2007, vai ganhar uma continuação. Gravada no ano de 2020, o lançamento do documentário com a segunda parte já inclusa foi programado para o ano de 2021, mas precisou ser adiado devido à pandemia do novo coronavírus.


Em quase quinze anos passados, o documentário continua atualizado no que diz respeito aos temas abordados, sendo constantemente discutidos dentro e fora da comunidade. Desses debates, surgiram evoluções nas leis, na aceitação, e temas como "transexualidade" foram abordados em novelas, além das paradas virtuais que alcançaram um público considerável e o apoio de grandes marcas.


Atualmente, Ricardo Nóbrega é jornalista responsável pelo site DeuClick, diretor de conteúdo, assessor de imprensa e especialista em público jovem. Junto com outros produtores do audivisual, ele fará o upgrade do documentário da maior parada do mundo que terá previsão de lançamento somente no ano de 2022, devido a crise da pandemia que os impediu de sair às ruas e irem até a Av. Paulista para as gravações. A equipe também conta com alguns espaços vagos, e para fazer parte dela basta procurar o próprio diretor, Ricardo Nóbrega.


Ricardo Nóbrega, jornalista e diretor Divulgação

“Nesse mês de junho, mês do Orgulho LGBTQIA+, sofremos ataques de pastores e também de uma apresentadora. Estamos vivendo um momento sombrio, que é reforçado pelo presidente brasileiro associando o medo da população em relação a Covid19 aos “maricas”, expressão pejorativa, fazendo ligação do coronavírus com a AIDS/HIV, doença esta que tanto afetou as pessoas e, principalmente, a comunidade LGBT na década de 80. Então a volta da parada às ruas será muito simbólica para a nossa luta.” explica Ricardo Nóbrega.


O primeiro documentário está disponível no Youtube com mais de 15 mil visualizações e diversos depoimentos de personalidades do universo LGBTQIA+, abordando temáticas como os avanços e preconceitos na religião, mercado de trabalho, comércio e meio midiático. Ressaltam, também, como a Parada LGBTQIA+ de São Paulo, além de ser o maior protesto político nacional da comunidade, também expande seu significado para além de uma “festa”, explicando o porquê do seu formato e seu principal motivo, que é a comemoração de orgulho de ser lésbica, gay, bisssexual, transsexual, queer, interssexual, assexuado e toda a pluraridade humana ainda a ser descoberta.


Sendo o primeiro e um dos mais completos documentários sobre a Parada LGBTQIA+ de São Paulo, a produção tem o objetivo de levar ao público um ponto de vista isento sobre o tema, com os contrapontos dos assuntos para sempre trazer informação com transparência para todos os tipos de público, principalmente aos céticos e jovens que não conheceram o auge do preconceito que levaram milhares de militantes a criarem a maior parada LGBTQIA+ do mundo.


Assista:


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo