• Agência Towanda

O Ócio

O canto esquerdo da sala me observa passivo!

Impaciento-me com a sua passividade;

Tenho vontade de jogar-lhe algo!

Há vozes andando com passos de borracha no corredor.

Silêncio,

Vozes,

Passos de borracha...

O dia desloca-se segundo após segundo,

Calma de quem tem toda a eternidade...

Olho para o teto:

– duas lâmpadas fluorescentes trocam

Suspiros e prótons e nêutrons...

De repente...

Não era mais apenas o canto esquerdo...

São o esquerdo, o direito,

O que está à frente

E o que vem atrás!

Colocam-me no centro;

Interrogam o meu silêncio...

Cobram minha inadimplência...

Riem-se do meu desespero...!

Dissecam a fragilidade da minha quietude,

Até arrancarem de mim um grito...

Grito interior, mudo!


Pouso Alegre (MG), 18 de maio de 1991


Conheça autor

Otail Santos de Oliveira, bacharel em Direito pela Faculdade de Direito do Sul de Minas, Mineiro Pão de Queijo Raiz, de Pouso Alegre; Militante Ambiental e Ecologista, entre 1999 e 2010 membro fundador do GVIBRA – Grupo Ecológico Via Brasil; Voluntário e Evangelizador no Grupo de Fraternidade Espírita Irmão Alexandre entre 1998 e 2016; Com a Poesia, diversos prêmios em festivais em Minas e outros estados, sendo que alguns deles em Pouso Alegre (FEPE e FESPROVE). Chegada no Planeta 30/07/1961, sem data para partida.

Todos os direitos reservados para Towanda. 

  • Ícone preto do Instagram