• Agência Towanda

Ola Abu: a psicóloga que ajuda crianças palestinas a superar traumas da guerra

Por: Elen de Souza


Ola Abu Hasaballah - Foto BBC Brasil

Aos 32 anos, a psicóloga Ola Abu Hasaballan é palestina e mãe solo. Ela vive em Gaza e acompanha diariamente a infância do filho de 3 anos ser marcada por bombardeios e destruição.


O conflito mais recente entre palestinos e israelenses, durou 11 dias, e custou a vida de pelo menos 248 pessoas em Gaza e 12 em Israel. Dentre os mortos, pelo menos 65 eram crianças em Gaza e duas em Israel. Segundo a psicóloga, sobreviver a uma guerra deixa cicatrizes profundas nas mentes dos jovens.


"Muitos deles vivenciaram perdas e tristeza. Retorná-los à normalidade é muito difícil. Alguns deles precisam de intervenção psicológica profunda, como aconselhamento individual, atendimento e terapia."


Comovida pela causa infantil, há 13 anos ela realiza um trabalho voltado a cuidar da saúde mental das crianças que precisam lidar com os traumas causados pelas guerras em Gaza. Além das mortes, os conflitos obrigam que muitas pessoas deixem suas casas. Para uma criança, abandonar suas casa significa perder seus brinquedos, livros, roupas e seu local de conforto.


A jovem não pensa em deixar Gaza, pois sabe que muitas crianças que ali vivem precisam de apoio para que possam se tornar adultos saudáveis e aproveitar a infância da melhor forma possível.


Fonte: BBC Brasil







0 comentário

Posts recentes

Ver tudo