• Agência Towanda

Queniana transforma lixo plástico em blocos de construção

Por: Elen de Souza

Foto: Divulgação

Aos 29 anos, a queniana Nzambi Matee ganhou destaque mundial devido ao seu trabalho de reciclagem de resíduos de plástico. Ela desenvolveu uma máquina que transforma plástico descartado em pedras de pavimentação duráveis e acessíveis.


A jovem tem formação em física e engenharia de materiais e é apaixonada por criar soluções sustentáveis. Atualmente ela usa a invenção em sua empresa a Gjenge Makers. A máquina é capaz de produzir 1.500 blocos diariamente a partir de mais de meia tonelada de resíduos plásticos. Até agora, ela já transformou 20 toneladas de lixo.


Com a invenção, ela foi uma das vencedoras do prêmio ‘Jovens Campeões da Terra’, promovido pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, em 2020. Em uma entrevista recente à emissora americana CBS, ela revelou que sua principal motivação para se aventurar no projeto era lidar com a poluição do meio ambiente.


Quanto mais reciclamos o plástico, mais produzimos moradias populares e mais criamos empregos para os jovens", disse ela.


Foto: Divulgação

Com materiais de construção mais baratos e mais leves de transportar, o valor da produção de imóveis para projetos sociais também é menor. Além disso, a empresa gerou mais de 100 empregos na região


Além disso, a empresa obtém os materiais plásticos principalmente do aterro sanitário de Dandora, maior depósito de lixo da cidade de Nairóbi. Estima-se que o espaço receba, diariamente, mais de 2 mil toneladas métricas de resíduos vindos dos 4,5 milhões de habitantes da capital. Ela também coleta materiais plásticos que flutuam nos rios da cidade.


Fonte: ECOA | UOL

0 comentário