• Agência Towanda

Sonhos da manhã

Há qualquer coisa de novo!

A aurora chegou despercebida...

O cheiro da manhã, com sua eletrola de galos,

Despertou o sol ainda sonolento.

Dia comum como outro qualquer,

Levando na algibeira um pedaço de tempo.

Ser humano é ter medo do tempo!

(medo de envelhecer antes de aprender a viver!)

Há, porém, um certo frescor nas horas,

Algo como uma brisa bailando atrevida

Pelas ervas do jardim...

Tem aroma de café no novo dia,

E a menina dorme seu sono de lebre assustada:

- Corre de lá para cá,

De um sonho a outro!

Parece nem respirar...

Acho que os anjos se encarregam

Dessa vital necessidade,

Deixando-a na tranquilidade de seus devaneios

Que, como princesa entre fadas, dorme!


Pouso Alegre (MG), 29 de novembro de 1988.


Conheça o autor

Otail Santos de Oliveira, bacharel em Direito pela Faculdade de Direito do Sul de Minas, Mineiro Pão de Queijo Raiz, de Pouso Alegre; Militante Ambiental e Ecologista, entre 1999 e 2010 membro fundador do GVIBRA – Grupo Ecológico Via Brasil; Voluntário e Evangelizador no Grupo de Fraternidade Espírita Irmão Alexandre entre 1998 e 2016; Com a Poesia, diversos prêmios em festivais em Minas e outros estados, sendo que alguns deles em Pouso Alegre (FEPE e FESPROVE). Chegada no Planeta 30/07/1961, sem data para partida.


Todos os direitos reservados para Towanda. 

  • Ícone preto do Instagram